sábado, 18 de agosto de 2012


Poesia, um caso de amor...

Poesia, um caso de amor...
(imagem copiada do Google)

Danço a poesia,sou bailarina no esplendor da arte,
exponho em poesia fragilidades e limitações,
silencio em poesia o meu grito sem fazer alarde,
brado a poesia com orgulho e ostentação,
confesso em poesia fraquezas e imperfeições,
bebo a poesia com as palmas das mãos,
respiro a poesia, perfume das manhãs,
rego a poesia com o orvalho da madrugada,
rezo a poesia na hora da Ave-Maria,
faço  a poesia alegria da chegada,
canto a poesia com ênfase à melodia,
toco a poesia com o lirismo da sonata,
vivo a poesia, essência de minh’alma,
choro a poesia movida pela emoção,
expando em poesia mágoas que viram rimas,
sonho em poesia todo encanto da magia,
cultivo a poesia e colho rosas em botão,
caminho com a poesia e afasto a solidão,
voo com a poesia rumo à fascinação,
gero a poesia e é ela quem me dá à luz,
sinto a poesia e me arrepia a inspiração,
navego em poesia ancorando em corações,
penso a poesia e dou margens à imaginação,
amo a poesia e não tem explicação...


_Carmen Lúcia_

2 comentários:

  1. **

    ...e amo a sua poesia que é tudo isso, Carmen! Lindo!

    ResponderExcluir
  2. E amo seus comentários que iluminam esse meu cantinho!Beijos, Su!

    ResponderExcluir